Pedagogia de Schoenstatt | Confiança Pedagogia

Confiança Pedagogia

Pedagogia da Confiança

 

Valoriza e aplica a prática do diálogo. Nesta, acentua-se ainda mais o papel do educador a quem cabe:

  • Saber ouvir, conhecer, interpretar e compreender a linguagem do educando;
  • Colocar o educando no centro e a si mesmo em segundo plano, numa atitude de indiferença frente à sua própria pessoa;
  • Não deixar-se guiar por simpatias e antipatias e colocar-se em atitude de serviço.

A Pedagogia da Confiança pressupõe uma constante autoavaliação do educador que precisa examinar-se constantemente: vivo o que ensino? O que exijo?
Quando diante de uma correção ao aluno deve proceder delicadamente somente após um ato-exame sobre a matéria da correção e as circunstancias que o envolvem. A Pedagogia da Confiança busca:

  • Orientar o educando pelo contato pessoal, mediantes relações e vinculações sadias;
  • Informar-se do estágio de desenvolvimento do educando;
  • Inteirar-se da educação recebida por este, dos seus critérios de valor e compreender a sua linguagem;
  • Motivar o educando por um conhecimento que o eleve;
  • Valorizar os dotes do educando, suas peculiaridades;
  • Destacar seu valor dentro do grupo;
  • Orientá-lo para e pelo seu ideal pessoal;
  • Conceber a educação como um serviço à vida e um serviço ao amor a deus e ao próximo.